dossier
in evidenza
Ca˝amares Arribas Santiago, Igualdad religiosa en las relaciones laborales

Dalla Torre Giuseppe - Milano Gian Piero, Annali di Diritto Vaticano 2018

Dammacco Gaetano - Ventrella Carmela, Religioni, diritto e regole dell'economia

Mantineo Antonino - Montesano Stefano, L'Islam. Dal pregiudizio ai diritti

Zuanazzi Ilaria - Ruscazio Maria Chiara, Le relazioni familiari nel diritto interculturale


Diritto & Religioni , Num. 1, 2018

Stato, Chiese e pluralismo confessionale, Num. 35-38, novembre2018

Quaderni di diritto e politica ecclesiastica, Num. 2, agosto2018

Apollinaris, Num. 1, 2017

Stato, Chiese e pluralismo confessionale, Num. 30-34, ottobre2018


ultimi documenti
Guidance 11 dicembre 2018 (Pastoral Guidance for use in conjunction with the Affirmation of Baptismal Faith in the context of gender transition - Church of England)

Regolamento 27 novembre 2018 (Regolamento delle scuole dell'infanzia del Comune di Trieste - Comune)

Sentenza 4 giugno 2018
n. 584 U.S. (2018)
(Masterpiece Cakeshop, Ltd. v. Colorado Civil Rights Commission. Corte suprema, free speech clause e free exercise clause - Corte suprema)

Motu proprio 7 dicembre 2018
n. CCLXXIV
(Legge sul Governo dello Stato della CittÓ del Vaticano - Pontefice)

Ordinanza 17 novembre 2018
n. 207/2018
(Vicenda Cappato: le motivazioni dell'ordinanza di rinvio della Corte Costituzionale - Corte Costituzionale)

Sentenza 14 novembre 2018
n. C-342/17
(Divieto alle imprese private di esercitare attivitÓ di conservazione di urne cinerarie. Corte di Giustizia UE e libertÓ di stabilimento - Corte di Giustizia)

Delibera 28 marzo 2018
n. 365/2018
(Visita ispettiva effettuata dalla Guardia di Finanza, su delega dellĺAutoritÓ Nazionale Anticorruzione, presso lĺOpera Laica Santa Croce di Firenze - ANAC)

Decisione 17 ottobre 2018
n. 2747/2016
(La legge francese in materia di velo islamico. Comitato per i Diritti Umani delle Nazioni Unite e il necessario equilibrio tra libertÓ di religione e esigenze di sicurezza - United Nation Human Rights)

Decisione 17 ottobre 2018
n. 2807/2016
(La legge francese in materia di velo islamico. Comitato per i Diritti Umani delle Nazioni Unite e il necessario equilibrio tra libertÓ di religione e esigenze di sicurezza - United Nation Human Rights)

Sentenza 6 novembre 2018
n. C-622-623/16
(Obbligo di recupero degli aiuti illegali concessi sulla base dell'esenzione dall'ICI. Corte di Giustizia UE e aiuti di Stato - Corte di Giustizia)


i più letti
Legge 22 novembre 1988,n.516 (Norme per la regolazione dei rapporti tra lo Stato e l'Unione italiana delle Chiese cristiane avventiste del 7░ giorno - Parlamento)

Accordo 29 novembre 2005 (Accordo fra la Santa Sede e la CittÓ Libera e Anseatica di Amburgo - Santa Sede - CittÓ Libera e Anseatica di Amburgo)

Legge 10 novembre 1992,n.25 (Ley 25/1992, de 10 de noviembre, por la que se aprueba el acuerdo de cooperaciˇn del estado con la Federaciˇn de comunidades israelitas de Espa˝a - Parlamento)

Legge 8 marzo 1989,n.101 (Norme per la regolazione dei rapporti tra lo Stato e lĺUnione delle ComunitÓ ebraiche italiane - Parlamento)

Accordo 12 gennaio 2009 (Accordo fra il Land Schleswig-Holstein e la Santa Sede - Santa Sede - Schleswig-Holstein)


Religioni, diritto e regole dell'economia, Dammacco Gaetano - Ventrella Carmela

L'Islam. Dal pregiudizio ai diritti, Mantineo Antonino - Montesano Stefano

Ense˝anza (la) Religiosa EvangÚlica en la Comunidad Autˇnoma de Madrid, Moreno Botella Gloria

Le relazioni familiari nel diritto interculturale, Zuanazzi Ilaria - Ruscazio Maria Chiara

Fenomeni migratori, diritti umani e libertÓ religiosa, Ingoglia Antonio - Ferrante Mario


documentiindietro

ricerca avanzata elenco argomentielenco documentistampa

Accordo 23 ottobre 1989
ACORDO ENTRE A SANTA S╔ E A REP┌BLICA FEDERATIVA DO BRASIL SOBRE ASSIST╩NCIA RELIGIOSA AS FORăAS ARMADAS

Autore: Santa Sede - Brasile
Data: 23 ottobre 1989
Argomento: Assistenza spirituale, Chiesa cattolica, Confessioni religiose, Forze armate
Dossier: Chiesa cattolica, Altri Paesi, Concordati Giovanni Paolo II, Confessioni religiose, LibertÓ religiosa
Nazione: Brasile
Parole chiave: Assistenza spirituale, Ordinariato militare, Cappellani, Giurisdizione, Fede cattolica, Vicario generale

CONVENTIO INTER APOSTOLICAM SEDEM ET BRASILIENSEM REMPUBLICAM FOEDERATAM de spirituali militum cura
ACORDO ENTRE A SANTA SÉ E A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL SOBRE ASSISTÊNCIA RELIGIOSA AS FORÇAS ARMADAS.

(AAS 1990, pp. 126-129)

A Santa Sé e a República Federativa do Brasil, desejosas de promover, de maneira estável e conveniente, a assistência religiosa aos fiéis católicos, membros das Forças Armadas brasileiras, acordam o seguinte :

ARTIGO I
1. A Santa Sé constituirá no Brasil um Ordinariado Militar para a assistência religiosa aos fiéis católicos, membros das Forças Armadas.
2. O Ordinariado Militar, canonicamente assimilado às diocèses, será dirigido por um Ordinario Militar, que gozará de todos os direitos e estará sujeito a todos os deveres dos Bispos diocesanos.

ARTIGO II
A Sede do Ordinariado Militar e de sua Curia será no Estado-Maior das Forças Armadas, em Brasilia, Distrito Federal, sendo-lhe facultado pelo Exercito Brasileiro o uso provisorio do Oratorio do Soldado.

ARTIGO III
1. O Ordinario Militar deverà ser brasileiro nato, terá a dignidade de Arcebispo e ficará vinculado administrativamente ao Estado-Maior das Forças Armadas, sendo nomeado pela Santa Sé, após consulta ao Governo brasileiro.
2. O Ordinario Militar nao acumulará esse encargo com o governo de outra sede diocesana.

ARTIGO IV
O Ordinario Militar será coadjuvado por Vigários Gérais respectivamente para a Marinha, o Exercito e a Aeronáutica, por ele indicados de comum acordo com as Forças Singulares.

ARTIGO V
1. A jurisdiçâo eclesiástica do Ordinàrio Militar é pessoal, ordinària e pròpria, segundo as normas canonicas.
2. No eventual impedimento do Ordinario Militar, exercera sua jurisdiçâo o Bispo diocesano, a convite das autoridades militares ou após entendimento com elas, devendo o mesmo ocorrer com o Pároco local, no impedimento do Capeláo Militar católico.

ARTIGO VI
Para efeito de organizaçâo religiosa, seräo assistidos pelo Ordinariado Militar os fiéis católicos :
a) integrantes das Organizaçôes Militares das Forças Armadas, bem como seus parentes e empregados que habitem sob o mesmo teto;
b) homens e mulheres, membros ou nâo de algum instituto religioso, que desempenhem de modo estável funçoes a eles confiadas pelo Ordinario Militar, ou com seu consentimento.

ARTIGO VII
1. Ao serviço religioso do Ordinari ado Militar seräo destinados sacerdotes do clero secular ou religioso, os quais formarâo o seu Presbitèrio, sendo que,os primeiros poderáo ser incardinados no Ordinariado, segundo as normas do Direito Canònico.
2. Os sacerdotes estavelmente designados para o serviço religioso das Forças Armadas seräo denominados Capeläes Militares, e teräo os direitos e deveres canonicos análogos aos dos Párocos.

ARTIGO VIII
A admissäo e o acesso dos Capeläes Militares no Quadro da respectiva Força Singular far-se-äo nos termos da legislaçâo específica brasileira, sendo de competencia do Ordinario Militar a concessäo da provisäo canònica.
1 2 8 Acta Apostolicae Sedis - Commentarium Officiale

ARTIGO IX
O Capeläo Militar católico, no exercício de suas atividades militares, subordinar-se-á a seus superiores hierárquicos ; no exercício de sua atividade pastoral, seguirá a orientaçao e prescriçoes do Ordinario Militar, conforme as normas do Direi to Canònico.

ARTIGO X
1. As sançôes disciplinares de caráter militar aplicáveis aos Capeläes Militares obedeceräo à legislaçâo pertinente, observada a condiçao peculiar do transgressor, e seräo comunicadas ao Ordinario Militar.
2. As sançôes disciplinares de caráter canónico seräo de competencia do Ordinario Militar, que comunicará a decisâo à autoridade militar competente para as providencias cábíveis.

ARTIGO XI
Quanto à admissäo e numero de Capeläes Militares católicos, valerá a proporcionalidade fìxada pela legislaçâo em vigor no Brasil.

ARTIGO XII
As eventuais controversias, relacionadas com o serviço ou atribuiçôes pastorais dos Capeläes Militares católicos, deveräo ser dirimidas mediante entendimento entre o Ordinariado Militar e o Ministerio Militar respectivo.

ARTIGO XIII
Competirá ao Estado-Maior das Forças Armadas, respeitadas as suas limitaçôes, prover os meios materiais, orcamentários e de pessoal necessarios ao funcionamento da Curia do Ordinario Militar.

ARTIGO XIV
Na hipótese de dúvida sobre a interpretaçao ou aplicaçâo dos termos do presente Acordo, as Altas Partes Contratantes buscaräo a soluçâo justa por mutuo entendimento.

ARTIGO XV
O atual Arcebispo Militar será confirmado pelo Governo brasileiro corno Ordinàrio Militar.

ARTIGO XVI
O presente Acordo entrará em vigor na data de sua assinatura, podendo ser denunciado por qualquer das Altas Partes Contratantes, por via diplomática, com um ano de antecedencia.

Feito em Brasilia, aos 23 dias do mes de outubro de 1989, em dois textos em portugués.

Pela Santa Sé SB CARLO FURNO
Pela República Federativa do Brasil PAULO TARSO

Conventio inter Apostolicam Sedem et Brasiliensem Rempublicam Foederatam, icta die 23 mensis